Céu escuro e deserto branco - a neve veio fazer uma visita rara ao Observatório do Paranal do ESO

O céu nocturno por cima do Cerro Paranal, local de acolhimento do Very Large Telescope do ESO (VLT), é escuro e salpicado de estrelas brilhantes da Via Láctea, assim como de galáxias mais distantes. No entanto, é muito raro ver o chão contrastando com o céu de maneira tão marcada como nesta fotografia, que mostra uma fina camada de neve branca salpicada pelas zonas mais escuras do terreno do deserto.

Esta fotografia foi tirada a semana passada, logo depois do nascer do Sol, pelo Embaixador Fotográfico do ESO, Yuri Beletsky, que trabalha como astrónomo no Observatório La Silla Paranal. Yuri capturou, não apenas a bonita paisagem com neve do Atacama e as cúpulas do VLT no cimo da montanha, mas também um incrível céu nocturno. À esquerda do VLT podemos ver o rasto de um satélite e à direita está o rasto de um meteoro.

O Cerro Paranal é uma montanha de 2600 metros de altura, situada no deserto chileno do Atacama. É um local muito seco, com uma humidade que se situa frequentemente abaixo dos 10% e uma queda de chuva de menos de 10 milímetros por ano. A neve, no entanto, cai ocasionalmente no deserto, dando-nos fugidias mas magníficas vistas como esta.

Links

Créditos:

Sobre a imagem

Id:potw1132a
Língua:pt
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:8 de Agosto de 2011 às 10:00
Tamanho:2772 x 1935 px

Sobre o objeto

Nome:Cerro Paranal, Paranal
Tipo:Solar System : Planet : Feature : Surface
Milky Way : Sky Phenomenon : Night Sky
Unspecified : Technology : Observatory

Mounted Image

Formatos de imagens

JPEG grande
991,2 KB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
203,2 KB
1280x1024
316,9 KB
1600x1200
439,1 KB
1920x1200
517,4 KB
2048x1536
661,8 KB