Aproximação à Nebulosa de Orion utilizando a imagem infravermelha profunda obtida pelo HAWK-I

Esta sequência vídeo começa com uma vista alargada do céu noturno, aproximando-se seguidamente da famosa constelação de Orion. A parte final mostra de perto a nova imagem da região de formação estelar da Nebulosa de Orion, criada a partir de várias exposições obtidas pela câmara infravermelha HAWK-I, montada no Very Large Telescope do ESO, no Chile. Esta é a imagem mais profunda desta região obtida até à data e revela muito mais objetos de massa planetária ténues do que o esperado.

Créditos:

ESO/H. Drass et al./N. Risinger (skysurvey.org)/M. Kornmesser. Music: Johan Monell (www.johanmonell.com)

Sobre o vídeo

Id:eso1625b
Língua:pt
Data de divulgação:12 de Julho de 2016 às 12:00
Notícias relacionadas:eso1625
Duração:50 s
Frame rate:30 fps

Sobre o objeto


Ultra HD (info)


HD


Medium


For Broadcasters


Veja também