ann19047-pt — Anúncio

Início da construção das fundações da cúpula do ELT

27 de Setembro de 2019

No remoto deserto chileno do Atacama começaram os trabalhos de construção das fundações do Extremely Large Telescope (ELT) do ESO. Quando estiver completo, este será o maior telescópio terrestre do mundo em operação, com um peso de 3400 toneladas. O ELT é um telescópio refletor, completamente manobrável. O design inclui um espelho primário segmentado com 39,3 metros de diâmetro, um espelho secundário (de 4,2 metro de diâmetro) e um espelho terciário (de 3,75 metro de diâmetro). O telescópio incorporará também tecnologia de óptica adaptativa de vanguarda, a qual ajudará a corrigir as distorções causadas pela atmosfera terrestre, tornando as imagens ainda mais nítidas do que as obtidas no espaço. A cúpula propriamente dita terá uma forma clássica e será a primeira defesa do telescópio contra os elementos. A altura da cúpula será de quase 74 metros e o seu diâmetro irá aos 86 metros. 

Uma vez que o ELT é o maior telescópio a ser construído até à data, a questão de onde o colocar foi especialmente complicada. Foram testados locais na Espanha, Chile, Marrocos e Argentina, e finalmente, em Abril de 2010, foi selecionado o Cerro Armazones no Chile, que se revelou o local ideal graças a uma mistura de diferentes factores geográficos que o mostraram superior aos outros — tais como elevação, clima e os céus muito escuros do deserto do Atacama. O deserto chileno apresenta também baixa precipitação (em média 100 mm por ano), velocidade média do vento de 25 km/hora e extremamente pouco vapor de água no ar, o que torna este local perfeito para uma astronomia de sucesso. O Very Large Telescope (VLT) do ESO encontra-se a apenas 23 km de distância, o que significa que muitas das infraestruturas necessárias à construção e manutenção do ELT já existem. 

Há muitas questões sobre o Universo para as quais ainda não temos respostas e o ELT estará bem equipado para nos ajudar a resolver esses mistérios. Um dos principais objetivos do ELT será encontrar e caracterizar atmosferas de exoplanetas rochosos em zonas de habitabilidade. O ELT estudará ainda a formação estelar, enriquecimento de metais, física de galáxias com grande desvio para o vermelho, cosmologia e física fundamental.

Contactos

Mariya Lyubenova
ESO Head of Media Relations
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6188
Email: pio@eso.org

Sobre o anúncio

Id:ann19047

Imagens

Início da construção das fundações da cúpula do ELT
Início da construção das fundações da cúpula do ELT
Início da construção das fundações da cúpula do ELT
Início da construção das fundações da cúpula do ELT