Enquadrando o Céu

Iluminado apenas pelo impressionante céu noturno, um dos telescópios principais do Very Large Telescope do ESO apresenta-se como uma figura imponente nesta Fotografia da Semana.

O VLT, uma das maiores e mais sofisticadas infraestruturas astronômicas do mundo, é constituído por quatro Telescópios Principais idênticos, cada um com um espelho primário de 8,2 metros de diâmetro. Embora cada um seja um telescópio grande por si só, ao combinar a luz coletada por todos os telescópios situados na plataforma — uma configuração conhecida por interferômetro — a rede consegue, na sua maior linha de base, resolver objetos celestes com 25 vezes mais detalhe do que o que seria possível com apenas um dos telescópios.

O VLT encontra-se 2635 metros acima do nível do mar no deserto chileno do Atacama, onde a quantidade de vapor d'água existente na atmosfera é suficientemente baixa para permitir que o VLT observe em radiação infravermelha, e também a luz visível. As condições de observação ímpares no local são ilustradas pela magnífica mostra de estrelas desta imagem. A Via Láctea traça um caminho colorido no céu, visível na imagem encima e à direita, onde se distinguem bem as faixas de poeira e regiões de formação estelar da nossa Galáxia.

Crédito:

Y. Beletsky (LCO)/ESO

Sobre a imagem

Id:potw1632a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:8 de Agosto de 2016 às 06:00
Tamanho:5472 x 3648 px

Sobre o objeto

Nome:VLT Unit Telescopes
Tipo:Unspecified : Technology : Observatory : Telescope

Formatos de imagens

JPEG grande
7,0 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
309,1 KB
1280x1024
497,5 KB
1600x1200
747,5 KB
1920x1200
948,8 KB
2048x1536
1,2 MB

 

Veja também