Tudo num rodopio

Ciência e arte juntam-se nesta bela fotografia tirada no deserto chileno do Atacama pelo Embaixador Fotográfico do ESO, Adhemar M. Duro Jr.

Para criar esta obra de arte visual, Adhemar apontou a sua máquina fotográfica ao polo sul celeste, o ponto no centro de todos os arcos e círculos brilhantes. Todas as estrelas do céu noturno giram em torno deste ponto. Durante várias horas, este movimento cria rastros de estrelas, com cada estrela individual a traçar um círculo no céu. Estes rastros mostram os diferentes brilhos e cores de cada estrela, dando origem a uma imagem muito cativante! Em direção ao alto da imagem à esquerda, podemos observar um pequeno traço de luz brilhante que corta os rastros de estrelas — trata-se de um meteoro que se consome ao incendiar-se quando entra na atmosfera terrestre.

A paisagem árida e inóspita do deserto iluminada pela luz das estrelas é um local perfeito para observar o céu noturno. Devido às condições favoráveis do local, vários telescópios foram aqui instalados, incluindo o  Very Large Telescope do ESO, o Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy (VISTA) do ESO e o futuro European Extremely Large Telescope, que se encontra atualmente em construção no topo do Cerro Armazones.

Crédito:

A. Duro/ESO

Sobre a imagem

Id:potw1631a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:1 de Agosto de 2016 às 06:00
Tamanho:5616 x 3744 px

Sobre o objeto

Nome:Star Trails
Tipo:Unspecified : Sky Phenomenon : Night Sky : Trail : Star

Formatos de imagens

JPEG grande
8,0 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
477,1 KB
1280x1024
792,6 KB
1600x1200
1,1 MB
1920x1200
1,2 MB
2048x1536
1,7 MB