Reflexos do Paranal

Esta imagem mostra algo bastante raro — água no deserto do Atacama! Refletido na calma superfície da água, vemos o familiar Cerro Paranal, local de acolhimento do Observatório do Paranal do ESO.

Este deserto é um dos locais mais secos e inóspitos que existe na face da Terra. A queda de chuva média na região do Cerro Paranal é menos de 10 milímetros por ano, por isso esta fotografia foi tirada logo após um período de chuva rara na região. Pouco depois da fotografia ter sido tirada, esta “lagoa” temporária evaporou-se rapidamente, deixando o terreno do vale tão seco e desidratado como antes.

No entanto, o que é discutivelmente mau para a flora e fauna mínimas da região, é excelente para os astrônomos. A falta de nuvens de água e o ar seco faz com que os astrônomos no Paranal possam observar durante todo o ano. Com mais de 300 noites límpidas por ano, o deserto do Atacama, é um dos melhores locais do mundo para a astronomia, oferecendo quase sempre uma vista ininterrupta do cosmos.

Esta fotografia foi obtida pelo Embaixador Fotográfico do ESO Gerhard Hüdepohl.

Crédito:

ESO/G. Hüdepohl (atacamaphoto.com)

Sobre a imagem

Id:potw1629a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:18 de Julho de 2016 às 06:00
Tamanho:6938 x 2398 px

Sobre o objeto

Nome:Cerro Paranal
Tipo:Unspecified

Formatos de imagens

JPEG grande
4,1 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
235,0 KB
1280x1024
364,2 KB
1600x1200
513,8 KB
1920x1200
616,5 KB
2048x1536
786,8 KB