A Nebulosa do Caranguejo observada pelo CONCERTO

Esta imagem da Nebulosa do Caranguejo (também conhecida por Messier 1) na constelação do Touro é uma das imagens da primeira luz do instrumento CONCERTO montado no telescópio APEX, operado pelo ESO. A Nebulosa do Caranguejo é o resto de uma explosão de supernova que ocorreu a cerca de 6000 anos-luz de distância da Terra e foi observada há quase 1000 anos, no ano de 1054. O tempo total de integração foi de 3 minutos.

O CONCERTO é capaz de mapear o céu nas frequências entre o infravermelho e o rádio e foi concebido para coletar radiação emitida por átomos de carbono ionizados, um dos mais importantes traçadores da formação estelar nas idades cósmicas primordiais.

Crédito:

CONCERTO team/A. Beelen, ESO

Sobre a imagem

Id:ann21010d
Idioma:pt-br
Tipo:Observação
Data de divulgação:6 de Julho de 2021 às 14:00
Anúncios relacionados:ann21010
Tamanho:896 x 896 px

Sobre o objeto

Nome:Crab Nebula, M 1, Messier 1
Tipo:Milky Way : Nebula : Type : Supernova Remnant
Constellation:Taurus

Formatos de imagens

JPEG grande
57,9 KB

Coordenadas

Position (RA):5 34 33.29
Position (Dec):22° 0' 54.78"
Field of view:12.67 x 12.67 arcminutes
Orientação:O norte está a -0.0° à esquerda da vertical

Cores e filtros

BandaComprimento de ondaTelescópio
Ondas Milimétricas
195-310 GHz
1.2 mmAtacama Pathfinder Experiment
CONCERTO
Ondas Milimétricas
130-270 GHz
1.5 mmAtacama Pathfinder Experiment
CONCERTO