ann21003-pt-br — Anúncio

Em busca de novas Superterras: o instrumento CRIRES+ do Very Large Telescope do ESO vê a sua primeira luz

1 de Fevereiro de 2021

Desde a sua primeira luz em 2006 que o espectrógrafo infravermelho de alta resolução CRIRES montado no Very Large Telescope (VLT) do ESO fez uma série de descobertas científicas interessantes. O novo e melhorado CRIRES+, que viu agora a sua primeira luz, irá continuar o trabalho do seu predecessor e procurar exoplanetas do tipo superterra potencialmente habitáveis.

CRIRES+, um instrumento construído pelo ESO em colaboração com um consórcio de institutos europeus, irá perscrutar os céus em busca de exoplanetas do tipo superterra situados em zonas de habitabilidade de estrelas próximas de baixa massa, a zona de órbitas planetárias onde os cientistas acreditam que um planeta poderá suportar vida. Este tipo de exoplanetas são difíceis de detectar devido às suas massas relativamente baixas. Com o CRIRES+, os cientistas estarão melhor equipados para procurar estas superterras, já que poderão mapear a maioria das estrelas na nossa vizinhança estelar. Outros objetivos científicos do CRIRES+ incluem estudar a atmosfera de exoplanetas em trânsito e a origem e evolução de campos magnéticos estelares.

A instalação do instrumento no VLT do ESO, situado no Observatório do Paranal do ESO no Chile, ficou completa no final de fevereiro do ano passado, com a primeira luz prevista para pouco depois. No entanto, e devido à pandemia de COVID-19, foi necessário adiar as primeiras observações de teste, que estavam programadas para ocorrer remotamente a partir da Sede do ESO em Garching, numa ação pioneira para o ESO.

O CRIRESbaseia-se no seu predecessor, o CRIRES (CRyogenic high-resolution InfraRed Echelle Spectrograph). O CRIRES foi instalado no VLT em 2006 e trata-se de um espectrógrafo, um instrumento que separa a luz infravermelha coletada nas suas componentes individuais e é assistido por um módulo de óptica adaptativa, que corrige as distorções nas imagens devidas à turbulência atmosférica terrestre.

Agora, quase 15 anos depois, o CRIRES sofreu uma atualização importante que o transformou e remodelou o seu sistema de óptica adaptativa. “A atualização aumenta de um fator 10 o domínio de comprimentos de onda que o instrumento pode cobrir simultaneamente”, de acordo com o gestor de projeto do ESO para o CRIRES+, Reinhold Dorn. “O CRIRES+ está acessando um espaço de parâmetros até agora praticamente desconhecido no VLT”, acrescenta Dorn.

Desde a sua instalação, o CRIRES tem feito muitas descobertas científicas tais como a medição pela primeira vez da duração de um dia num exoplaneta e a determinação da temperatura da atmosfera completa de Plutão. Os cientistas esperam usar o CRIRES+ para continuar a fazer descobertas notáveis como as realizadas com o CRIRES.

“O CRIRES+ será o único espectrógrafo infravermelho de alta resolução montado num telescópio da classe dos 8 metros equipado com um sistema de óptica adaptativa de última geração. Este fato fará deste instrumento uma ferramenta crucial no estudo de exoplanetas em órbita de estrelas de pequena massa”, disse o cientista líder do CRIRES+, o Pesquisador Principal do Consórcio, Artie Hatzes, do Observatório de Tautenburg, Estado de Turíngia, Alemanha. “Em particular, o CRIRES+ será insuperável no que diz respeito ao estudo de atmosferas de planetas usando observações feitas a partir do solo”.

Mais informação

O consórcio CRIRES+ liderado pelo ESO é constituído por: ESO (Alemanha e Chile), Institut für Astrophysik, Georg-August Universität Göttingen (Alemanha), Thüringer Landessternwarte Tautenburg (Alemanha), Departamento de Física e Astronomia, Universidade de Uppsala (Suécia), INAF Osservatorio di Arcetri (Itália), INAF Osservatorio di Bologna (Itália). O Pesquisador Principal do instrumento é Artie Hatzes da Thüringer Landessternwarte Tautenburg (Observatório de Tautenburg, Estado de Turíngia), Alemanha.

Links

Contatos

Reinhold Dorn
ESO
Tel: +49 89 3200 6547
Email: rdorn@eso.org  

Joël Daniel Roger Vernet
ESO
Tel: +49 89 3200 6579
Email: jvernet@eso.org

Elena Valenti
ESO
Tel: +49 89 3200 6120
Email: evalenti@eso.org 

Bárbara Ferreira
ESO Public Information Officer
Garching bei München, Alemanha
Telm: +49 151 241 664 00
Email: pio@eso.org

Sobre o anúncio

Id:ann21003

Imagens

O instrumento CRIRES+
O instrumento CRIRES+
A equipe CRIRES+
A equipe CRIRES+