ann20004-pt-br — Anúncio

ESO ajuda empresa europeia a ganhar grande contrato internacional

3 de Fevereiro de 2020

A empresa francesa CILAS ganhou um contrato multimilionário com uma organização internacional, em parte graças à tecnologia desenvolvida em conjunto com o ESO. “Trata-se de um exemplo perfeito, onde o ESO investiu em pesquisa e desenvolvimento tecnológico em colaboração com uma empresa europeia, fortalecendo assim as capacidades da empresa,” disse Stefan Ströbele, especialista em espelhos deformáveis do ESO que trabalhou com a CILAS.

A CILAS, um dos parceiros industriais do ESO e pioneiro em óptica adaptativa, construiu espelhos deformáveis para vários instrumentos dos telescópios do ESO. Muitos instrumentos instalados em telescópios modernos contam com sistemas de óptica adaptativa integrados para corrigir os efeitos da turbulência atmosférica. Os espelhos deformáveis são componentes chave destes sistemas; por meio de atuadores, as suas superfícies podem ser deformadas ligeiramente de modo a compensar a distorção atmosférica que torna as imagens turvas.

Para apoiar a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico na Europa e garantir a disponibilidade da tecnologia necessária aos seus telescópios, o ESO trabalhou em conjunto com a CILAS e o Observatório Internacional do Telescópio de Trinta Metros (TIO) em 2013, 2014 e 2015 no design e desenvolvimento de atuadores para espelhos deformáveis.

No ano passado, o TIO, uma organização internacional com parceiros norte-americanos, japoneses, chineses, indianos e canadenses, concedeu à CILAS um contrato para o desenvolvimento de dois grandes espelhos deformáveis para os seus telescópios. “O nosso investimento nas fases iniciais de desenvolvimento ajudou a CILAS a obter este contrato contra um concorrente dos EUA,” disse Elise Vernet do ESO, gerente do projeto de desenvolvimento de 2013–2015.

“Este contrato é o resultado de uma estreita colaboração entre a CILAS, o TIO e o ESO para o desenvolvimento de tecnologia de espelhos deformáveis para grandes telescópios. Neste sentido, a CILAS adaptou e aprimorou a tecnologia desenvolvida inicialmente na década de 1980 para atender às necessidades dos astrônomos,” disse Richard Palomo, gerente comercial do departamento de óptica adaptativa da CILAS.

A tecnologia que o ESO ajudou a desenvolver também pode ter aplicações em outros telescópios no futuro.

Contatos

Stefan Ströbele
ESO
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6323
Email: sstroebe@eso.org

Elise Vernet
ESO
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6322
Email: evernet@eso.org 

Bárbara Ferreira
ESO Public Information Officer
Garching bei München, Alemanha
Tel: +49 89 3200 6670
Email: pio@eso.org 

Richard Palomo
CILAS adaptive optics sales manager
Tel: +33 442369715
Email: palomo@cilas.com

Sobre o anúncio

Id:ann20004

Imagens

Protótipo do espelho deformável da CILAS
Protótipo do espelho deformável da CILAS