eso1314pt-br — Nota de imprensa institucional

Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca visitam o Observatório do Paranal do ESO

15 de Março de 2013

No dia 14 de março de 2013, Suas Altezas Reais o Príncipe e a Princesa Herdeiros da Dinamarca, visitaram o Observatório do Paranal do ESO no Chile, no âmbito da visita oficial que estão fazendo ao Chile. O Diretor Geral do ESO, Tim de Zeeuw, acompanhou-os na visita às infraestruturas astronômicas de vanguarda do Paranal.

O Casal Real Herdeiro da Dinamarca visitou o Observatório do Paranal do ESO durante a sua visita oficial ao Chile. O Observatório está localizado 130 quilômetros a sul de Antofagasta, no coração do deserto chileno do Atacama, o mais seco do mundo. A uma altitude de 2635 metros acima do nível do mar, o Paranal é o local onde está instalado o Very Large Telescope (VLT), o instrumento óptico mais avançado do mundo dedicado à pesquisa astronômica.

Ao chegar, o Príncipe Herdeiro Frederik e a Princesa Herdeira Mary foram acolhidos pelo Diretor Geral do ESO, Tim de Zeeuw, que lhes apresentou a ciência de ponta que se faz no ESO. Suas Altezas Reais visitaram em seguida as instalações, indo primeiro à Residencia, edifício que ganhou um prêmio e que abriga o pessoal que trabalha no Paranal, e em seguida os telescópios propriamente ditos, no topo do Cerro Paranal. Da plataforma onde estão instalados os telescópios, o Casal Real deslumbrou-se com o famoso pôr do Sol no Paranal, uma tradição especial seguida pelo pessoal que se encontra de serviço, antes de iniciar o turno da noite.

Durante a visita Sua Alteza Real o Príncipe Herdeiro disse: “É um prazer falar a partir de instalações científicas de vanguarda tão exclusivas. O trabalho aqui realizado é verdadeiramente extraordinário. Como dinamarqueses, estamos muito orgulhosos por participar neste empreendimento”.

O Diretor Geral acrescentou: “Sentimo-nos muito honrados em receber o Casal Real Herdeiro aqui no Paranal e poder mostrar-lhes o nosso trabalho. A Dinamarca é um Estado Membro do ESO de longa data e muito empenhado. Aproveito esta oportunidade para agradecer ao Príncipe e à Princesa, da parte do ESO, o apoio continuado que a Dinamarca tem prestado ao nosso programa”.

O casal passou a noite no Paranal e depois do jantar visitou a Sala de Controle, onde o astrônomo dinamarquês e membro do Comitê Científico e Tecnológico do ESO, Johan Fynbo, estava observando no Telescópio Principal número 2 do VLT. Fynbo mostrou como é que os astrônomos utilizam os telescópios e o tipo de observações que são feitas. Dois outros dinamarqueses, Claus Madsen, Conselheiro Sênior para as Relações Internacionais do ESO e Lars Lindberg Christensen, Chefe do Departamento de Educação e Divulgação Científica, presentearam o Casal Real com cópias autografadas de dois livros comemorativos do 50º Aniversário do ESO, livros dos quais foram autores.

A Dinamarca foi o primeiro país a juntar-se aos cinco Estados Membros originais fundadores do ESO (Bélgica, França, Alemanha, Holanda e Suécia) em 1967 e tem contribuído desde essa altura para  importantes descobertas no ESO (ver envolvimento dinamarquês no ESO).

 

 

 

Mais Informações

O ESO é a mais importante organização europeia intergovernamental para a pesquisa em astronomia e é o observatório astronômico mais produtivo do mundo. O ESO é  financiado por 15 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça. O ESO destaca-se por levar a cabo um programa de trabalhos ambicioso, focado na concepção, construção e funcionamento de observatórios astronômicos terrestres de ponta, que possibilitam aos astrônomos importantes descobertas científicas. O ESO também tem um papel importante na promoção e organização de cooperação nas pesquisas astronômicas. O ESO mantém em funcionamento três observatórios de ponta, no Chile: La Silla, Paranal e Chajnantor. No Paranal, o ESO opera  o Very Large Telescope, o observatório astronômico óptico mais avançado do mundo e dois telescópios de rastreio. O VISTA, o maior telescópio de rastreio do mundo que trabalha no infravermelho e o VLT Survey Telescope, o maior telescópio concebido exclusivamente para mapear os céus no visível. O ESO é o parceiro europeu do revolucionário telescópio  ALMA, o maior projeto astronômico que existe atualmente. O ESO está planejando o European Extremely Large Telescope, E-ELT, um telescópio de 39 metros que observará na banda do visível e infravermelho próximo. O E-ELT será “o maior olho no céu do mundo”.

Links

Contatos

Gustavo Rojas
Universidade Federal de São Carlos
São Carlos, Brazil
Tel.: 551633519795
e-mail: grojas@ufscar.br

Lars Lindberg Christensen
ESO education and Public Outreach Department
Garching bei München, Germany
Tel.: +49-89-3200-6761
Cel.: +49-173-3872-621
e-mail: lars@eso.org

Massimo Tarenghi
ESO Representative in Chile
Santiago, Chile
Tel.: +56 2 463 3143
e-mail: mtarengh@eso.org

Este texto é a tradução da Nota de Imprensa do ESO eso1314, cortesia do ESON, uma rede de pessoas nos Países Membros do ESO, que servem como pontos de contato local para a imprensa. O representante brasileiro é Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos. A nota de imprensa foi traduzida por Margarida Serote (Portugal) e adaptada para o português brasileiro por Gustavo Rojas.

Sobre a nota de imprensa

No. da notícia:eso1314pt-br
Nome:Paranal, Very Large Telescope
Tipo:• Unspecified : Technology : Observatory
• Unspecified : People
Facility:Very Large Telescope

Imagens

Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca admiram o céu noturno no Observatório do Paranal do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca admiram o céu noturno no Observatório do Paranal do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca durante a sua visita ao Observatório do Paranal do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca durante a sua visita ao Observatório do Paranal do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca na plataforma do Very Large Telescope do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca na plataforma do Very Large Telescope do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca no interior de uma das cúpulas do Very Large Telescope do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca no interior de uma das cúpulas do Very Large Telescope do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca durante a sua visita ao Observatório do Paranal do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca durante a sua visita ao Observatório do Paranal do ESO

Vídeos

Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca durante a sua visita ao Observatório do Paranal do ESO
Os Príncipes Herdeiros da Dinamarca durante a sua visita ao Observatório do Paranal do ESO

Veja também