Pôr da Lua extraordinário - Uma imagem fantástica do Cerro Paranal, o lar do Very Large Telescope do ESO

Quando a Lua Cheia se põe, o Sol está prestes a nascer no horizonte oposto. O Very Large Telescope (VLT) já fechou os seus olhos depois de uma longa noite de observações e os operadores dos telescópios e astrônomos foram deitar-se, enquanto técnicos, engenheiros e astrônomos diurnos acordam para um novo dia de trabalho. As operações nunca páram no observatório astronômico terrestre mais produtivo do mundo.

Gordon Gillet, que trabalha para o ESO, saúda o novo dia capturando esta imagem fantástica a 14 km de distância do Paranal, na estrada que leva ao Cerro Armazones, o pico escolhido pelo Conselho do ESO onde será construído o European Extremely Large Telescope (E-ELT) de 39 metros.

Ao contrário do que se possa pensar, esta fotografia não é uma montagem. A Lua aparece muito grande porque a estamos vendo muito próxima do horizonte e a nossa percepção é enganada pela proximidade das referências no solo. Para conseguir esta imagem utilizou-se uma lente de 500 mm. A distância focal muito grande reduz a profundidade de campo, fazendo com que os objetos focados pareçam estar à mesma distância. Este efeito, combinado com a qualidade extraordinária da fotografia, nos dá a sensação de que a Lua está colocada sobre a plataforma do VLT, por detrás dos telescópios, quando de fato ela se encontra a uma distância cerca de 30 mil vezes mais distante.

Crédito:

G.Gillet/ESO

Sobre a imagem

Id:potw1023a
Idioma:pt-br
Tipo:Fotográfico
Data de divulgação:7 de Junho de 2010 às 10:00
Tamanho:3504 x 2336 px

Sobre o objeto

Nome:Cerro Paranal, Paranal, Very Large Telescope
Tipo:• Unspecified : Technology : Observatory
• X - Paranal

Mounted Image

Formatos de imagens

JPEG grande
1,4 MB

Zoom


Papéis de parede

1024x768
135,5 KB
1280x1024
233,8 KB
1600x1200
346,2 KB
1920x1200
416,8 KB
2048x1536
582,9 KB

 

Veja também