Enxames globulares observados pelo Hubble e a partir do solo

Este mosaico mostra um conjunto de enxames globulares, estudados com o auxílio do Hubble e do telescópio MPG/ESO de 2,2 metros do Observatório de La Silla do ESO, no Chile. Os dados mostram que, embora se tenham formado mais ou menos todos ao mesmo tempo, os enxames envelheceram a taxas muito diferentes, com as estrelas mais pesadas a migrarem em direção aos centros dos enxames, num processo semelhante à sedimentação.

Fila de cima: Messier 4 (ESO), Omega Centauri (ESO), Messier 80 (Hubble)
Fila do meio: Messier 53 (Hubble), NGC 6752 (Hubble), Messier 13 (Hubble)
Fila de baixo: Messier 4 (Hubble), NGC 288 (Hubble), 47 Tucanae (Hubble)

Créditos:

M 4: ESO.
Omega Cen: ESO/INAF-VST/OmegaCAM.
M 80: The Hubble Heritage Team (AURA/STScI/NASA/ESA).
M 53: ESA/Hubble & NASA.
NGC 6752: ESA/Hubble & NASA.
M 13: NASA, ESA, and the Hubble Heritage Team (STScI/AURA).
M 4: ESA/Hubble & NASA.
NGC 288: ESA/Hubble & NASA.
47 Tuc: NASA, ESA, and G. Meylan (École Polytechnique Federale de Lausanne).

Bookmark and Share

Sobre a imagem

Id:eso1252d
Língua:pt
Tipo:Montagem
Data de divulgação:19 de Dezembro de 2012 às 19:00
Notícias relacionadas:eso1252
Tamanho:5000 x 5000 px

Sobre o objeto

Tipo:• Milky Way : Star : Grouping : Cluster : Globular
• X - Star Clusters

Zoom


Papéis de parede

1024x768
659,7 KB
1280x1024
1,1 MB
1600x1200
1,6 MB
1920x1200
1,9 MB
2048x1536
2,7 MB

Veja também