Beta Pictoris observada no infravermelho

Esta imagem composta representa o meio circundante da estrela Beta Pictoris observado no infravermelho. Este meio circundante muito ténue apenas é revelado após a subtração extremamente cuidada do muito mais brilhante halo da estrela. A zona mais exterior mostra a radiação refletida no disco de poeira, observada em 1996 com o instrumento ADONIS montado no telescópio de 3,6 metros do ESO; a zona interior é a parte mais interna do sistema, observada a 3,6 microns com o instrumento NACO do Very Large Telescope. A fonte recentemente detectada é cerca de 100 vezes mais ténue do que Beta Pictoris, encontra-se alinhada com o disco e situa-se a uma distância projetada de 8 vezes a distância da Terra ao Sol, o que corresponde a 0,44 segundos de arco no céu, ou ao ângulo obtido por uma moeda de 1 Euro vista a uma distância de cerca de 10 quilómetros. Uma vez que o planeta é ainda muito jovem, está ainda muito quente, com uma temperatura de cerca de 1200 graus Celsius. Ambas as partes que compõem a imagem foram obtidas com telescópios do ESO equipados com óptica adaptativa.

Créditos:

ESO/A.-M. Lagrange et al.

Sobre a imagem

Id:eso0842a
Língua:pt
Tipo:Observação
Data de divulgação:21 de Novembro de 2008
Notícias relacionadas:eso1432, eso0842
Tamanho:989 x 985 px

Sobre o objeto

Nome:Beta Pictoris
Tipo:Milky Way : Star : Circumstellar Material : Planetary System
Distância:70 anos-luz

Formatos de imagens

JPEG grande
125,0 KB

Papéis de parede

1024x768
106,9 KB
1280x1024
154,8 KB
1600x1200
201,3 KB
1920x1200
222,5 KB
2048x1536
286,2 KB

Cores e filtros

BandaComprimento de ondaTelescópio
InfravermelhoESO 3.6-metre telescope
ADONIS
Infravermelho
L'
3.6 μmVery Large Telescope
NACO

 

Veja também